transporte canavieiro e de outras cargas, é feito em grande parte por caminhões trafegando em rodovias. Para isso, os produtores precisam atender as exigências da Lei da Balança, que estabelece um limite de peso máximo por eixo de caminhão que pode ser carregado pelos veículos.

Essa medida é para evitar que os asfaltos degradem devido ao peso exercido das rodas sobre eles. Dessa forma, aqueles caminhões que precisam transportar produtos de carga elevada, precisam utilizar vários eixos, a fim de distribuir o peso do produto. Quer saber como funciona? Confira no nosso artigo e saiba mais sobre esse transporte de cargas pesadas.

O que é um eixo?

Eixo nada mais é que o local onde os pares de rodas são encaixados em um caminhão, ou seja, ele liga os dois lados do veículo. Já a suspensão do veículo dá suporte aos pneus do veículo.

Eixo simples

Esse tipo de eixo é caracterizado por 2 tipos, um de rodagem simples, ou seja, com um pneu em cada lado, totalizando 2 pneus ou rodagem dupla, com 2 pneus em cada lado. Os eixos simples com rodagem simples, é capaz de transportar 6 toneladas, enquanto o de rodagem dupla 10 toneladas. Geralmente esse tipo de caminhão trafega em vias urbanas para a entrega de produtos.

Eixo duplo

Para se ter o chamado eixos duplos, há o sistema tandem, com menor espaçamento entre eles. Funciona tanto com rodagem simples de 2 pneus ou um de rodagem dupla, com 4 pneus. O peso suportado varia do tamanho de um tandem e sua rodagem.

Eixos triplos

Os caminhões que seguem em baixa velocidade na rodovia com graneis nas carrocerias são geralmente aqueles que possuem eixo triplo. Ou seja, tem três composições de rodagem dupla, totalizando 12 pneus. Nesse caso, há diferenças em relação a distância dos eixos e ao peso suportado. 

 

Dessa forma, fica claro que a escolha do eixo correto ajuda a otimizar os custos e a segurança da viagem. Curtiu? Então, fique ligado nos outros conteúdos do blog!