Mecanização do plantio de cana-de-açúcar: o que é, vantagens e desvantagens

A  mecanização do plantio de cana-de-açúcar já virou tendência nos últimos anos no setor agronômico. Segundo dados da NovaCana,  cerca de 97% da colheita é mecanizada na região Centro-Sul, o que significa em torno de 10 mil máquinas trabalhando nas plantações de São Paulo, Goiás, Minas Gerais e norte do Paraná.

Isso graças a novos equipamentos de qualidade (como os de transporte produzidos na Sergomel) e do rápido manejo da planta, tornando-se uma grande opção entre as empresas e agricultores. Se você quer saber um pouco mais sobre a mecanização do plantio de cana-de-açúcar, fique ligado no post de hoje da Sergomel.

O sistema de plantio da cana-de-açúcar mecanizado é feito com uma máquina chamada Plantadora de Cana Picada, que distribui as as mudas picadas, juntamente com  adubo e o inseticida, se for necessário. Além disso, existe um modelo de plantadora que acompanha uma carreta com aplicação de torta de filtro no sulco. Tais procedimentos ajudam na rapidez do plantio da cana, gera economia financeira e menor custo com mão-de-obra, já que os processos de plantio, inserção de adubo, inseticidas etc, agora podem ser feitas por uma única máquina.

Para chegar até esse tipo de tecnologia, foram desenvolvidas técnicas avançadas a fim de garantir eficiência e qualidade no plantio. Os responsáveis por impulsionar essa busca pelo novo, foram os os próprios técnicos das usinas, juntamente aos fabricantes regionais de implementos. Isso porque existe um sistema complexo por trás que exige atenção e melhorias constantes nas operações de campo. Além disso, é preciso de treinamento para os funcionários que participam do processo a fim de evitar ou diminuir falhas no plantio e excessos de custos de produção da cana.

Além dos sistemas já citados anteriormente, ainda existe a semi-mecanização do plantio de cana-de-açúcar, no qual os trabalhadores na carroceria do veículo vão direcionando as mudas para o sistema de corte e distribuição da máquina.

MECANIZAÇÃO DO PLANTIO DE CANA-DE-AÇÚCAR: Vantagens e Desvantagens

A mecanização do plantio de cana-de-açúcar trouxe diversos benefícios ao agricultor, porém ainda existem problemas durante o processo. De forma geral, algumas análises mostram que a distribuição do colmos nos sulcos no sistema manual de plantio de cana-de-açúcar são mais uniformes do que na mecanização do plantio. Em contrapartida, o mecanizado demonstra uma menor danificação das mudas do que o do mecânico.

Uma vantagem da mecanização do plantio de cana-de-açúcar é a redução de impactos negativos no meio ambiente. Isso porque, segundo pesquisa feita pelo Departamento de Produção Vegetal da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (Esalq) da USP de Piracicaba, o plantio manual feita com o uso do fogo como facilitador da operaçã, emite no ar dióxido carbono e  outros gases, que potencializam o efeito estufa na atmosfera terrestre, além da difusão de fuligem que incomoda os moradores da região canavieira. Tal fator não é encontrado na mecanização do plantio de cana-de-açúcar. Por outro lado, o sistema mecânico traz o aumento do pisoteamento e, por conseguinte, da compactação do solo.

De forma geral, podemos observar que cada sistema possui seu lado bom ou ruim, possibilitando que o próprio agricultor decida sobre sua plantação. Entretanto, é importante que seja utilizado equipamentos de transporte de qualidade, assim como os da Sergomel. Por isso, não deixe de conhecer nosso catálogo e peça já um orçamento.